Transcrevemos, para seu conhecimento, as opiniões emitidas no Facebook, que refletem a triste realidade por que passa nosso plano de saúde.

Caro Associado,
 
Transcrevemos, para seu conhecimento, as opiniões emitidas no Facebook “Amigos do Banerj” por 2 diretores e o Presidente do Conselho da AAFBanerj, que refletem a triste realidade por que passa nosso plano de saúde.
 
‎Roberto Percinoto‎ para Amigos do Banerj
 
Alguém saberia me dizer o que se passa na CABERJ? Afinal, depois do rompimento do contrato com a Prefeitura, que deu um prejuízo de cerca de 40 milhões de reais, o silêncio continua. Houve a tal reunião de algumas associações, quais são as informações e quais as medidas saneadoras que foram adotadas? Ninguém sabe, ninguém viu! Nosso reajuste em setembro será ZERO. Dizem as más línguas que o aumento do valor dos planos será da ordem de 22%.
 
Heloisa Chagas Chagas
 
Que terrível.
Paulo Gustavo Medeiros Leitão
 
Sabemos que muitos associados da AAFBanerj estiveram nessas reuniões. Eles bem que poderiam falar um pouco para todos nós sobre o que ouviram lá. Seria uma grande contribuição para todos nós.
Alô colegas! Coloquem aqui o que é que vocês ouviram e concluíram.
Gerson Barg
 
Paulo, nós não somos os únicos assistidos e interessados da e na CABERJ. Somos mais de 8.000 no Plano Mater (com direito a voto) e que merecem informações e satisfação por parte da administração da CABERJ. Reuniõezinhas com as associações no escurinho e sem divulgação dos "resultados" PARA TODOS, caracteriza o comportamento dos eleitos e contratados para administrar aquela Instituição. O silêncio dos mesmos perdura há longo tempo. Lamentável.

1 Response

  1. Acho na minha modesta opinião que está havendo de ambas as partes, AAFBanerj e Caberj, uma grande falta de sintonia em prol do interesse comum. A conversa faria bem a todos , desde que, despidos da vaidade, numa conversa direta e franca, que inclusive, pudesse ser assistida por componentes do Mater Pleno. Porque não ??? O Hospital Silvestre apresenta por exemplo formas de atendimentos que são opções dos assistidos e que contemplam várias necessidades. Para cada tipo de serviço prestado existe um custo que pode caber ou não no bolso do assistido, mas há flexibilidade. A Caberj, pelo serviço que presta cobra 50% a menos que os grandes convênios de saúde, então temos que procurar um meio termo. Nesses momentos difíceis não podemos fazer política e sim procurar soluções, pois no íntimo sabemos pelo que nós Mater Pleno pagamos os serviços estão muito acima do custo. Temos que procurar um meio termo que atenda a todos. Consultas e laboratórios se consegue pagar, mas rede hospitalar não há possibilidade!!!!

Leave a comment