Será que a CABERJ está realmente tendo Superávit?

Para obter esse propalado superávit, da noite para o dia, quantas vidas a CABERJ Integral Saúde, ou a CABERJ Saúde conquistaram neste exíguo espaço de tempo, depois de ter apresentado um prejuízo de R$ 55 milhões no exercício de 2017?

Para ter superávit é necessário haver aumento da receita líquida... e isso ocorreu?
Se houve aumento substancial da receita para propiciar o tão decantado superávit, por que aplicar os valores da PEONA no pagamento de seus compromissos?

E se há superávit, QUAL A RAZÃO DA CABERJ SAÚDE VENDER UM ANDAR DA SUA SEDE, NA RUA DO OUVIDOR para fazer caixa? E sem qualquer comunicação ao corpo social.

E para mascarar contabilmente um aporte de capital deram um prejuízo desnecessário de: R$ 182.555,98 de Imposto de Transmissão + custas: certidões, cartório de notas e cartório do registro de imóveis, sem considerar eventual pagamento da comissão de corretagem, tal como ocorreu no contrato com a Prefeitura, via licitação publica.
E de onde a Integral obteve recursos para comprar o aludido andar já que não produz lucros?

São respostas necessárias que a CABERJ deve dar aos seus associados, acrescidas da publicação dos balancetes mensais, a partir de dezembro último em função do PLAEF, determinado pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS).

Clique no link abaixo e leia a escritura de compra e venda:

Escritura de compra e venda

Não há comentários.

Leave a comment