Ministério Público Federal Instaura Inquérito Sobre Irregularidades na CABERJ

Em dezembro de 2017, a AAFBANERJ, cumprindo decisão da Assembleia Geral Extraordinária realizada no mês de outubro daquele ano e segundo o previsto em seu Estatuto, ingressou com um Pedido de Averiguação junto ao Ministério Público Federal, com o objetivo de esclarecer fatos de natureza grave,  que vêm ocorrendo ao longo dos últimos anos e que estão causando sérias preocupações quanto à sobrevivência da CABERJ! Prejuízos atrás de prejuízos, aliados a total falta de transparência dos administradores do nosso Plano de Saúde moveram-nos a instar o MPF sobre a real situação daquela Entidade, possibilitando, inclusive, e se for o caso, a responsabilização dos dirigentes da CABERJ pelos desmandos e prejuízos causados, principalmente o relacionado ao Contrato do Previ-Rio/Prefeitura, da ordem de R$ 70 milhões.

O Ministério Público Federal, acatando a nossa demanda e diante da documentação apresentada, considerou a necessidade de explicações por parte da CABERJ, transformou o pedido em inquérito, determinando as primeiras providências relativas ao assunto. Assim é que o MPF enviou, no mês de março corrente, para a CABERJ e ANS solicitações de esclarecimento sobre as ocorrências relatadas e comprovadas por esta Associação, com prazo de 15 dias para as respostas.

Oportunamente, à medida que o inquérito evoluir, daremos novas informações sobre o seu andamento.

Não há comentários.

Leave a comment