A CABERJ E A PREFEITURA: continua o mutismo!

A nota explicativa da CABERJ, publicada esta semana em seu site: https://www.caberj.com.br, sobre o rompimento do contrato com a Prefeitura, como sempre, não explicou nada. A operação com a Prefeitura sangrou a nossa Caixa durante 2 anos, revelando má gestão e mau dimensionamento do negócio. O rombo dessa operação desastrosa atingiu, somente em 2016, a astronômica cifra de R$ 39 milhões, contribuindo para o prejuízo global declarado de R$ 54 milhões! Até quando vamos suportar isso?

 

Sobre esta situação a CABERJ adota o silêncio total, inclusive quando é instada a se manifestar para, até, refutar as matérias que, apontando seus erros, lhe são desfavoráveis. O nosso artigo publicado na última Revista Mensal da Associação, intitulado “CABERJ, A CRISE SE AGRAVA!”, não provocou nenhuma reação da Entidade, não obstante as severas críticas ali feitas.  A CABERJ continua em completo mutismo.

 

Ainda sobre esse caótico contrato com a Prefeitura, soubemos que a CABERJ admitiu 150 novos funcionários para atender a demanda pelo serviço. E agora, como é que fica, vez que o contrato foi rescindido? Fazendo-se um cálculo superficial, o custo da demissão desse contingente ultrapassará, no mínimo, R$ 1 milhão.

 

Para finalizar, continuamos a indagar sobre o pagamento das altíssimas comissões de corretagem - num negócio feito sob a égide da lei de licitações - até o momento não esclarecido. Transparência é dever de todo bom administrador!

 

Fica mais uma vez o alerta de que a Caixa de Assistência à Saúde, nessa trilha, está indo mal. Quem arcará com esse prejuízo que reduziu drasticamente o patrimônio da Instituição? Urge oxigenar a CABERJ!

Não há comentários.

Leave a comment