A CABERJ, A INFLAÇÃO MÉDICA E A CANTILENA PARA PREPARAR CORAÇÕES, MENTES E O BOLSO PARA UM POLPUDO AUMENTO.

Essa história se repete todos os anos quando se aproxima o mês de julho. É o momento em que a administração da CABERJ, para minimizar a péssima gestão, decreta o aumento dos seus planos de saúde. Em 2016, o aumento foi de 25%. Em 2017, a correção foi de 22,5%, que, acumuladamente, corresponde, em 2 anos, absurdos 53% de majoração! Registre-se que, no ano passado, os Banerjianos ficaram com os seus vencimentos sem reajuste.
Depois das contas aprovadas, pelo que se vê da matéria da CABERJ acima, o CODEL, o COFIS e a Diretoria começaram sutilmente a divulgar ao Corpo Social, via e-mails, uma historieta sobre inflação médica e seus impactos nos custos dos planos de saúde. E aí deitam falação sobre o contínuo aumento da inflação médica que estaria ligado a fatores como o envelhecimento da população e o avanço tecnológico. Dizem que o Brasil está entre os dez países com maiores custos médicos do mundo, recessão econômica, aumento do desemprego, judicialização etc. Tudo desculpa para pavimentar o astronômico aumento que se está perpetrando!
Chamam ainda atenção para os custos dos planos da Caberj, que dizem ser superiores aos do mercado.
Cinismo à parte, o que desejam, na verdade, é preparar a comunidade Banerjiana para arcar, mais uma vez, com um extravagante percentual de aumento. É o samba de uma nota só!

A DIRETORIA

Não há comentários.

Leave a comment